ALUGUEL DE MESAS E CADEIRAS COM PREÇO JUSTO? CLIQUE AQUI

Nesta sexta (8), o Instituto Butantan oficializou o pedido de uso emergencial da CoronaVac, vacina contra o covid-19, a análise do pedido pode levar até 10 dias. Se for aprovado já está liberado para a vacinação dos grupos de risco e profissionais da saúde.

O pedido e oficialmente chamado de submissão, foi o primeiro feito no Brasil para a vacina contra o novo coronavírus. O Butantan informou que a solicitação foi feita as 9h34. Na quinta-feira (7)  o instituto informou que a eficácia da vacina é de 78% nos casos mais leves.

No mesmo dia que o Instituto Butantan entrou com o pedido, a Fundação Osvaldo Crus (Fiocruz), fez o pedido de uso emergencial de 2 milhões de doses da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com o laboratório Aztrazeneca. Segundo a Fiocruz, o pedido para o registro definitivo, o qual permite a vacinação em massa, deve ser feito até o dia 15 de janeiro.

A Anvisa explicou os detalhes do processo, que nas primeiras 24h serão de triagem dos documentos apresentados pelo Instituto Butantan. Segundo a Anvisa se estiver faltando informações importantes, eles podem pausar o prazo e solicitar as informações adicionais ao laboratório. Segundo a Anvisa o Butantan não solicitou o registro da vacina, o qual é a autorização definitiva para a imunização em massa e a comercialização com bula, eles entraram apenas com o pedido para uso emergencial.

ALUGUEL DE MESAS E CADEIRAS CONFIÁVEL É AQUI

Foi aprovado no ano passado uma lei que determina que o Anvisa tem até 72 horas para aprovar o registro de fármacos e entre eles a vacina, desde que já tenham sido aprovados em agências regulatórias de referência. Porém a lie vale para vacinas que estejam registradas (para uso em massa), nas agências da Europa, Estados Unidos da China ou do Japão, mas em nenhuma dessas agências, nenhuma vacina está aprovada nessas condições.

Nesses países a aprovação é em caráter  emergencial, por esse motivo a Anvisa trabalha com a aprovação em dez dias, o qual foi definido internamente na agencia.

O general Eduardo Pazuello, Ministro da Saúde, afirmou que a vacinação no Brasil deve começar em  de janeiro “na melhor das hipóteses” ou no máximo até o fim de março, em caso de eventuais problemas.

PROCURANDO ALUGUEL DE MESAS E CADEIRAS? CLIQUE AQUI
Fonte: https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2021/01/08/anvisa-recebe-pedido-de-uso-emergencial-da-coronavac.htm

Deixe uma resposta