ALUGUEL DE MESA PARA FESTA CLIQUE AQUI

À medida que o número aumenta, o número de mortos COVID-19 no Brasil se aproxima de 500.000. Só ontem (18), 2.449 novas mortes foram registradas, fazendo com que a média móvel acelerasse pelo segundo dia consecutivo. Doze estados apresentaram alta, o maior número em mais de dois meses.

De acordo com os dados de ontem, um total de 498.621 pessoas que faleceram em decorrência da doença no país. Além disso, ontem o país teve cerca de 100 mil novos casos. O número de casos confirmados é de 98.135, totalizando 17.802.176. Esses dados foram obtidos pela aliança de mídia que o UOL faz parte e juntamente com a secretaria estadual de saúde.

Esses dados não representam quando as mortes e diagnósticos realmente ocorreram, mas quando passaram a fazer parte do banco de dados oficial do governo.

Ontem, a média móvel de mortes do país foi a maior desde 10 de maio. Uma média de 2.039 pessoas faleceram nos últimos 7 dias, o que representa um aumento de 24% em comparação com 15 dias atrás. Desde quinta (17), o país retomou a trajetória ascendente.

ALUGUEL DE MESA PARA FESTA CLIQUE AQUI

A média móvel diária do número de óbitos é a melhor forma de analisar o comportamento pandêmico no país, pois corrige a corrupção de dados que ocorre na secretaria nacional de saúde nos finais de semana e feriados.

Os dados de ontem são comparados com o índice de 14 dias atrás – esse é o momento comum para o início da doença. Se essa variação for superior a 15%, é uma aceleração, e se for inferior a -15%, é uma desaceleração, entre os dois indicadores, indica que a tendência se estabilizou.

O índice ficou acima de 1.000 por 149 dias consecutivos. Durante a primeira onda, o tempo mais longo em que a média móvel está acima de 1000 é de 31 dias.

Seis estados relataram mais de 100 mortes de covid-19 nas últimas 24 horas. O número total de vítimas (1851) nesses locais foi responsável por mais da metade do total de mortes no país:

  • São Paulo – 714
  • Paraná – 495
  • Minas Gerais – 254
  • Rio de Janeiro – 173
  • Rio Grande do Sul – 113
  • Bahia – 102

Entre esses estados, as médias móveis de 12 estados apresentam tendência de alta hoje, que é o maior número desde 12 de abril. Mas outros 12 tiveram estabilidade, apenas Espírito Santos, Rio Grande do Norte e Distrito Federal apresentaram queda.

ALUGUEL DE MESAS NA ZONA SUL CLIQUE AQUI

Fonte:https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2021/06/18/covid-19-coronavirus-casos-mortes-18-de-junho.htm

Deixe uma resposta