ALUGUEL DE MESA CLIQUE AQUI

O romance de Roger Guedes entra no capítulo final. Nesta sexta-feira, dez dias antes do fechamento das transferências internacionais brasileiras, o jogador precisa conseguir a liberação do Shandong Taishan antes do dia 30 para jogar pelo Corinthians em 2021.

aluguel de mesa

Roger Guedes ainda busca liberação na China | Visual China Group via Getty Images

Todas as partes envolvidas estão otimistas. O Corinthians foi cauteloso no trato do assunto: embora o presidente Dulio Monteiro Alves tenha admitido nas negociações mais de uma vez, a diretoria alvinegra sabe que qualquer detalhe que pode mudar o final feliz.

As negociações entre o representante de Roger Guades e o clube chinês parecem ter chegado ao seu limite, já que diversas pessoas envolvidas nas negociações afirmaram que, se não forem encerradas, ambas as partes podem ser prejudicadas.

O clube chinês terá que continuar a pagar o salário de Roger Guedes, e este não pode garantir o retorno à China para treinar novamente. O contrato com o Shandong é válido até julho de 2022.

Como o Clube Chinês é o único grande clube do país que ainda mantém vínculos com empresas estatais, a rescisão está sendo demorada. Qualquer decisão tomada por empresas estatais, como demissão e recrutamento, deve passar por vários departamentos e aumentando a burocracia.

Além disso, ao contrário de Renato Augusto, do Beijing Guoan, e de outros jogadores que foram demitidos rapidamente, Roger sempre foi pago em dia. Por exemplo, o salário de Renato estava atrasado.

ALUGUEL DE MESA PARA FESTA CLIQUE AQUI

Numerosas trocas de e-mail e videoconferências no Brasil nas primeiras horas da manhã marcaram o processo de rescisão de Roger Guades e Shandong Taishan da China. As negociações estão atrasadas a várias semanas, embora tudo pareça estar caminhando em uma direção positiva.

Existem razões para o atraso na saída de jogadores do clube. Atualmente, o maior acionista de Shandong é uma empresa estatal chinesa: Jinan Cultural Tourism Development Group Co. Ltd. A liderança do clube ainda é compartilhada por duas empresas estatais, os grupos imobiliários e de energia.

Isso torna todos os processos internos do clube muito burocráticos. Além dos acionistas que são donos da equipe, ele também precisa revisar, autorizar e melhorar os contratos em vários departamentos, como o financeiro e o jurídico.

No encerramento desta escala, um acordo formal (geralmente via e-mail) tem que haver concordância entre todas as áreas, o que acabará por demorar mais do que o normal. Shandong é o único grande clube chinês diretamente relacionado com empresas estatais.

Por exemplo, os cancelamentos de contratos de Renato Augusto em Pequim Guoan e Paulinho (Guangzhou Evergrande) foram mais rápidos. Todos eles têm novos clubes, o volante optou pelo futebol dos Emirados Árabes, e o meia é o novo camisa 8 do Timão.

No entanto, Roger Guedes ainda mantém vínculo com o Shandong. Ao contrário dos outros dois atacantes, este atacante tem recebido seu salário em dia e requer o consentimento do clube para rescindir seu contrato. O contrato é válido até julho de 2022.

O Corinthians segue focado, esperando um desfecho positivo das negociações, para anunciar que o atacante é a terceira contratação da temporada de 2021.

ALUGUEL DE MESA NA ZONA SUL CLIQUE AQUI

Fonte: https://ge.globo.com/futebol/times/corinthians/noticia/noticias-corinthians-roger-guedes-negociacao-prazo.ghtml

 

Deixe uma resposta